Google

Emoções: Entenda aqui como o Ressentimento pode ser um grande peso em sua vida!

por

Continuando a série de artigos sobre emoções … Esse artigo é sobre ressentimento!

Uma reflexão de como elas influenciam nossa vida e como podem prejudicar quando são emoções negativas!
Na últimas reflexões abordamos a RAIVA e a CULPA. Vamos entender um pouco mais do ressentimento?
Todos nós guardamos lembranças positivas e negativas em nossas vidas. Somos seres movidos por lembranças.
Quem não gosta de recordar os momentos felizes que passou um dia?
Ah, as boas memórias, dessas quase nunca esquecemos, queremos revivê-las para prolongar o prazer de recordar.

Mas, e quando é aquela lembrança que nos recorda algo que não nos fez bem e essas lembranças nos causam sensações físicas ruins só de pensarmos daquilo no presente?

As lembranças negativas também costumam nos visitar, mesmo quando não queremos. É assim, que essas lembranças causam-nos os ressentimentos. Nos visitando sem que desejemo-nas nos nossos pensamentos!

E o que é isso?

Ressentir, é sentir de novo algo. Repetir uma lembrança de uma injustiça sofrida, ou de uma surpresa desagradável, de uma decepção
impossível de perdoar, de uma perda sem reparo. Aquilo que acreditamos ser nosso direito. Nos tornando trsites, amargos e sem atitude.
E porque insistimos em recordar nesses casos? Um dos motivos é sentir-se uma vítima (todo o ressentido é vítima de si mesmo).
E esse sentimento de vítima fica no nosso inconsciente de forma bem ativa! E tudo que está em nosso inconsciente está ativo
24 horas em nossos dias!
Até quando dormimos, o desconforto injusto está ativo! Um dos motivos de insônias!

Infelizmente, nossa própria sociedade e cultura incentivam o senso de injustiça em nosso dia a dia, retirando, muitas vezes, nossas responsabilidades.
Deixando-nos livres para crer que somos vítimas. Não que seja errado se sentir magoado. Afinal de contas, temos sentimentos.
E temos que vivê-los. Mas, reprisá-los torna-se um problema que pode causar muita dor e um desgaste inútil.

Vamos entender. Esse desgaste é o responsável pelo desequilíbrio que uma dor pode causar. Somos seres vulneráveis, mas fortes ao
mesmo tempo.
Somos sensíveis sim, mas capazes de superar as piores situações. É claro que essa força depende de certo equilíbrio, que o ressentimento
nos tira. Porque quando reprisamos velhos sentimentos não resolvidos (e que cabe só a nós resolver), usamos o papel de vítimas,
pois jamais em tempo algum faríamos algo tão imperdoável. É preciso que o ressentimento seja parado com uma limpeza na emoção da questão,
para que um perdão ou solução possa ocorrer. A atitude que deveria ter sido tomada no momento do acontecido possa ser tomada e
resolver o ressentimento.
Assim, desligaríamos o ressentimento com toda emoção do momento em questão ocorrida!

Mas, o que significa realmente ser uma vítima ressentida? Significa primeiro que fomos decepcionados, e isso é bastante comum, uma vez que
somos seres que temos grandes expectativas. Mas, não é só isso. Quando abrimos mão de nossa consciência de responsabilidade,
projetando no outro uma culpa, que bem poderia ser nossa (ou não), negamos nosso poder de assimilar a dor e aceitá-la como aprendizado.
E isso fará com que nosso sentimento negativo una-se a ao nosso senso de justiça, fazendo-nos cobradores e vítimas daquele
que ousou ir contra nossas melhores esperanças.

Atendi uma pessoa que apresentava problemas com relacionamento, com esposo e filhos.
Sua prosperidade também estava seriamente afetada!
Investigando causas para tamanho desequilíbrio emocional e ansiedade, reconhecemos a questão a ser liberada utilizando
a técnica de liberação emocional TFT: um ressentimento. O ressentimento torna-se no inconsciente, um peso emocional que gera
muita ansiedade e tristeza. Ansiedade deixa o pensamento agitado tornando difícil controlar a causa do ressentimento.
A tristeza assim apresenta-se deixando a pessoa ressentida vítima na história.E a pessoa vitimizada torna-se mais frágil para
resolver a questão causadora do ressentimento. E um ciclo de tristeza e ressentimento fica instalado, podendo ainda gerar ansiedade na pessoa.
Outra pessoa que também sofria com ressentimento foi a Dilce. Veja o que ela deixou como depoimento:
“Há anos estava presa a um ressentimento que pesava muito para mim. Já não conseguia mais me relacionar com a pessoa que havia me machucado. Com a TFT pude liberar o ressentimento e resolver a questão com a pessoa! Consegui mostrar e encarar o que me doía e resolver com a pessoa. Agora sou uma pessoa mais amável e feliz.”

Quando nos sentimos ressentidos nos tornarmos mais tristes, amargurados e sem atitude. Fica mais dífícil agirmos e tomarmos decisões.
Logo, você se ressente de algo? Você tem o ressentimento impossibilitando uma vida mais plena, feliz?
E você pode usar a EFT e TFT para liberar o ressentimento porque essas técnicas podem limpar a causa do ressentimento,
ficando mais leves de qualquer dor do ressentimento!
Você consegue relatar alguma situação semelhante que acontece com você ou com alguém
que se sente ressentido?
Que se sente travado, improdutivo devido ao ressentimento não resolvendo a dor?

Que tal compartilhar esse conteúdo! Técnicas de liberação emocional EFT e TFT podem ajudá-la!
Deixe seu comentário. Compartilhe sua experiência. Leio todos, um por um!

Tenho também um presente para você que tem acompanhado os conteúdos sobre as técnicas de liberação emocional – TFT e EFT!
O ressentido tem medo de resolver a dor que vem sendo arrastada por uma vida, muitas vezes!

Menu DICAS

Terapeuta Emocional - TFT Advanced (Optimal Health Voice Technology) e EFT (Emotional Freedom Techniques) - Acupunturas emocionais sem agulhas. Terapeuta emocional, apaixonada por ajudar as pessoas a encontrar mais paz, mais equilíbrio, mais coragem, mais bem-estar em suas vidas!

Deixe seu comentário aqui